Anticítera Schwarzbrunn A Escola Byroniana no Brasil - Anticítera
Schwarzbrunn
Ref.: SC5S2ZXBW | Disponibilidade: 2 dias úteis

A Escola Byroniana no Brasil - Pires de Almeida

R$ 79,90
Descrição do produto

A Escola Byroniana no Brasil é um romance literário surgido, acima de tudo, de artigos publicados em jornal entre os anos 1903 e 1905. O autor, Pires de Almeida, nos leva a viajar pelo mundo excêntrico dos byronianos brasileiros, especialmente dos poetas da segunda geração do romantismo influenciada por Lord Byron: Álvares de Azevedo, Bernardo Guimarães, Aureliano Lessa e Tibúrcio Craveiro, entre outros.

A partir dos textos desses autores e de toda a mitologia que se construiu em torno desse grupo, viajamos nos seus sonhos mais mórbidos, no seu fascínio pela morte, pelo horror, pela tragédia, pelo mal du siècle em si, que reunia sentimentos tão dicotômicos quanto amor e morte, carregados de desilusão, de pessimismo, de tédio, de melancolia e de desesperança, daí o cenário noturno e sombrio, um tanto gótico e macabro como se vê em muitas das descrições feitas pelo autor.

O livro nos leva a imaginar como era a vida na ainda pequena pauliceia de 1850, onde jovens vestidos de preto colecionavam crânios, escreviam sobre pedaços de lápides roubadas de túmulos de virgens mortas dos cemitérios, nos quais também faziam rituais de invocação de Satã, missas negras, dançando e beijando cadáveres, ou mesmo iam apenas beber e ler poesia. Depois, voltavam para seus quartos ornados com toda a parafernália gótica: morcegos, corujas e urubus empalhados, crânios, cruzes, guilhotinas, frascos de veneno, pinturas que retratam o inferno e todas as tormentas demoníacas.

 

***

Imagine São Paulo em 1850: ainda uma pequena cidade, mas que vivia a ebulição cultural da segunda geração do romantismo — Álvares de Azevedo, Bernardo Guimarães, Aureliano Lessa, Fagundes Varela e Tibúrcio Craveiro, entre outros influenciados por Lord Byron. Jovens cruzando as ruas barrentas ou empoeiradas, pela noite, vestidos de preto, escrevendo sobre pedaços de lápides roubadas dos cemitérios, de túmulos de virgens mortas, em local onde também faziam rituais de invocação de Satã, missas negras, dançando e beijando cadáveres, ou mesmo iam apenas beber e ler poesia. Depois, voltavam para seus quartos ornados com toda a parafernália gótica: morcegos, corujas e urubus empalhados, crânios, cruzes, pequenas guilhotinas, frascos de veneno, pinturas que retratam o inferno e todas as tormentas demoníacas.

Naquele momento, literatura e vida se misturaram, e esse livro é o resultado disso.


***


A Escola Byroniana no Brasil - Suas origens, sua evolução, decadência e desaparecimento

Pires de Almeida

Capa: Paula Villa Nova

ISBN 978-65-85414-01-2

Formato: 16X23 cm

204 páginas

Medidas

16x23 CM

Receba novidades e ofertas incríveis!